Algumas pessoas nascem com orelhas mal formadas, ou seja, com o formato diferente do normal. A mal formação mais comum é a chamada orelha de abano, a qual apresenta sua borda lateral mais distanciada da cabeça, aparentando por isso ser maior. Nestas orelhas há também o apagamento da anti-hélice (dobra interna da orelha), conferindo à esta um aspecto de antena parabólica. São chamadas de orelha em abano ou orelha proeminente.

orelha
A otoplastia é a cirurgia que leva à correção destas alterações, visando a formar a anti-hélice e diminuir a distância entre a face posterior da orelha e o couro cabeludo.
A idade ideal para a correção é a partir dos 7 anos, quando a orelha já alcançou o tamanho adulto e a criança começa o período escolar, evitando o bullying. A incisão é feita por detrás da orelha, não deixando cicatrizes visíveis. Dr. Marcio também corrige o lóbulo, região da orelha onde se fixam os brincos. Na maioria dos casos, devido ao peso excessivo dos brincos ou devido a alargadores.

lobuloplastia

O intuito da otoplastia é a correção das alterações estéticas da orelha, deixando a orelha de forma natural, sem estigma de orelha de abano ou de cirurgia.

Cirurgia

A cirurgia dura aproximadamente duas horas e no pós operatório não aprece cicatriz nenhum, pois Dr. Marcio esconde a incisão atrás da orelha.

otoplastia1

Tipo de anestesia

Pode ser anestesia local, local com sedação ou geral. Esta decisão é tomada em conjunto com o paciente. O paciente recebe alta logo após a recuperação da anestesia, não sendo necessário permanecer internado. A cirurgia é realizada sob regime DAY HOSPITAL.

Pós operatório

Deve-se evitar qualquer tipo de trauma às orelhas, inclusive dormir sobre ela por 3 semanas.

Complicações

É raro alguma complicação após a cirurgia de orelha em abano. Infecção (raro), hematoma, queloide, abertura de pontos, etc.. Quando presentes, geralmente são devidas à falta de cuidado no pós operatório e tem tratamento.

Resultado final

Logo após a otoplastia, a orelha já se encontra praticamente com o formato final, porém há edema e equimose (inchaço e manchas roxas) que regridem em até 21 dias.

O resultado é satisfatório e o paciente retorna rápido ao seu cotidiano.

O paciente necessita utilizar uma faixa tipo “tenista” no período pós cirurgia.. Os pontos são retirados dentro de quatorze dias e o resultado é definitivo.